19.6 C
Conselheiro Lafaiete
segunda-feira, 27 junho 2022

Autor do Femicidio em Ouro Branco alega tiro foi acidental após discussão

Na madrugada do dia 10 de junho, sexta-feira, militares foram acionados no Hospital Raymundo Campos, local onde deu entrada uma mulher de 30 anos, com ferimento no tórax oriundo de disparo de arma de fogo, vindo a óbito em consequência disso. Os funcionários do hospital informaram aos policiais as características de um homem que teria deixado a vítima no local, sendo então identificado como ex-namorado da vítima.

Após a identificação, os policiais deslocaram de imediato a residência do suspeito, local onde constataram resquícios de sangue espalhados pelo imóvel e localizaram uma garrucha calibre .38, a qual se encontrava caída ao solo de um quarto, alimentada com duas munições, assim como localizaram outra munição de mesmo calibre, também ao solo do mesmo cômodo.

Ato contínuo, em consulta ao sistema Olho Vivo e REDS, os militares identificaram o veículo utilizado pelo autor para deixar a vítima no hospital. O automóvel foi localizado com vestígios de sangue no interior, estacionado na garagem da residência do autor, sendo então apreendido. Dando prosseguimento, após intensas e ininterruptas diligências em rastreamento, foi descoberto que o autor estava homiziado na residência de um parente no município de Itabirito/MG.

Após contatos com militares daquela cidade, foi planejada uma operação que resultou na prisão do autor, sendo ele conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Plantão em Conselheiro Lafaiete. Durante a prisão, constatou-se que havia em desfavor do autor mandado de prisão em aberto, expedido pela comarca de Ouro Branco.

Ele confessou o crime, assumiu a propriedade da arma de fogo apreendida e disse ter alvejado a vítima de forma acidental por conta de uma discussão passional.

Ultimas Noticias