10.1 C
Conselheiro Lafaiete
segunda-feira, 27 junho 2022

Dia Mundial do Meio Ambiente: Secretaria de Educação e Meio Ambiente de Congonhas- realizam palestras nas Escolas Municipais

O Dia Mundial do Meio Ambiente é celebrado em 5 de junho, mas toda a primeira semana desse mês é dedicada a lembrar ao mundo a importância de preservar o ecossistema. A utilização da água da chuva, a implementação de painéis de energia solar e gestão de resíduos estão entre as práticas de sustentabilidade.

Em comemoração à Semana do Meio Ambiente, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Congonhas em parceria com a Secretaria de Educação está realizando palestras nas escolas municipais com o tema sobre a Coleta Seletiva e o Cuidados com os animais.

Segundo Ana Gabriela Dutra, Secretária Adjunta da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural, “a coleta seletiva é um importante instrumento para evitar a contaminação do solo. Ela também contribui para o reaproveitamento de materiais e para a economia de recursos naturais. Nas palestras que estamos realizando nas escolas temos a oportunidade de informar aos estudantes a importância de reaproveitar os materiais e descartá-los em locais corretos. Além da coleta seletiva, também enfatizamos sobre os cuidados que devemos ter com os animais e, principalmente, não maltratar ou abandoná-los nas ruas. É extremamente importante esta troca de informações porque os alunos relatam sobre a vivência nas casas e também falam sobre o assunto com os responsáveis”, explica.

No entanto, para a campanha ser bem-sucedida, a Prefeitura de Congonhas conta com a colaboração de todos, tanto na coleta seletiva quanto ao respeito, carinho e cuidado com os animais.
Ana Gabriela ainda afirma que “a coleta seletiva precisa ser feita adequadamente para evitar a disseminação de mau cheiro e doenças, a contaminação de materiais limpos, inutilizando-os para reciclagem, e possibilitando boas condições de trabalho para catadores e demais profissionais da limpeza urbana e da reciclagem”.

Outra situação que tem sido recorrente e que é necessário um trabalho em conjunto com a população é o abandono de animais. Deixar os pets, antes domesticados, nas ruas, gera sofrimento extremo, que afeta a saúde e o bem-estar do animal, além de deixá-los sujeitos a maus-tratos, atropelamentos e doenças, diminuindo sua expectativa de vida. O abandono de animais é crime, previsto na Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal n° 9.605 de 1998).

Fonte:Ascom

Ultimas Noticias