29.2 C
Conselheiro Lafaiete
sábado, 25 setembro 2021

Lafaiete deve ir para Onda Roxa ainda nas próximas horas

A situação epidemiológica da macrorregião Centro-Sul de Saúde deve levar Conselheiro Lafaiete e as cidades ao entorno para a Onda Roxa do Minas Consciente  a partir deste sábado 13/03. É o que informou o prefeito Mário Marcus.

Segundo o prefeito, o agravamento da situação de saúde na região levará a  cidade para a Onda Roxa

Segundo o mandatário, nesta última quinta-feira (11), houve uma reunião com todos os prefeitos da macrorregião Centro-Sul com o Carlos Eduardo Amaral, que até ontem era o Secretário de Saúde de Minas Gerais. Na ocasião, foi apresentada a situação epidemiológica da região: hoje, todos os leitos de UTI da região estão ocupados e já existem pacientes em filas de espera. O Estado deixou clara a necessidade de se adotar a Onda Roxa. A decisão não dá a opção de escolha por parte dos prefeitos de cada município, é impositiva. 

Lafaiete aguarda a publicação do decreto do Estado para publicar o decreto municipal. Essa espera é feita para que os termos de ambos os documentos estejam em conformidade. O que deve ocorrer ainda hoje.

Com isso, a cidade deve permanecer apenas com serviços essenciais funcionando por 15 dias, a partir de sábado (13/03).

Melhor fiscalização é cobrada pela população/Arquivo
Melhor fiscalização é cobrada pela população/Arquivo

Fiscalização

O Executivo de Lafaiete tem marcado para hoje uma reunião com a Polícia Militar, a Vigilância Sanitária, Guarda Municipal e com o setor jurídico da Prefeitura. No encontro, serão alinhadas as ações de fiscalização. O Prefeito Mário Marcus afirma  que a fiscalização de aglomerações será intensificada durante a Onda Roxa.

O Prefeito pontua que a adoção da onda não visa penalizar o comércio, mas sim reduzir o fluxo de pessoas no município para diminuir o contágio com a doença enquanto a cidade não possui mais leitos disponíveis.  “”Queremos o comércio como parceiros nesta luta para preservação das vidas dos lafaietenses”.

Transferências 

Nessa semana, oito pacientes de Lafaiete já foram transferidos para outras cidades para receberem atendimento contra a Covid-19. Hoje, no entanto, na macrorregião nenhuma cidade tem leitos de UTI disponíveis.

O Prefeito dá a dimensão dos números: “Nessa semana tivemos 400 contaminações. Tivemos nesse início de ano 47 óbitos, no ano passado tivemos 27 óbitos em 9 meses”. Mário Marcus também fala sobre a crise de saúde que a cidade se encontra: “Nunca tivemos tanto movimento na Policlínica Municipal. Pessoas improvisadas em respiradores, até que se consiga um leito de UTI. Nem mesmo ambulâncias do SAMU nós estamos conseguindo transportar esses pacientes”.

Lafaiete tem 27 leitos de UTI para tratamento contra Covid
Lafaiete tem 27 leitos de UTI para tratamento contra Covid

Novos Leitos

Lafaiete estuda a possibilidade da criação de cinco a oito novos leitos de terapia intensiva na cidade. O município está analisando e tentando conseguir os equipamentos necessários para a criação desses leitos. Segundo Mário Marcus, outras cidades da macrorregião também estudam essa possibilidade. 

O Prefeito, no entanto, alerta que a cidade não tem condições de realizar grandes obras neste momento. E o fato dos estabelecimentos clínicos estarem lotados dificulta esse tipo de ação. 

Além disso, o Chefe do Executivo comenta que a construção de leitos não controla a pandemia sem ações de redução de fluxo: “A criação de leitos vai colaborar, mas é preciso que a gente reduza a contaminação e o agravamento”.“Mário Marcus confirma falta de vagas em CTI e transferências de pacientes em Lafaiete”

Fonte:Portal Lafaiete

Ultimas Noticias