13.8 C
Conselheiro Lafaiete
quarta-feira, 16 junho 2021

Lafaiete e região permanece na onda roxa

Conselheiro Lafaiete e outros 50 cidades da região que fazem parte da regional Macro-Sul continuará na Onda Roxa do plano Minas Consciente. A decisão foi tomada nesta quarta-feira, 07/04, pelo Comitê Extraordinário Covid-19.

No dia que completou um mês na Onda Roxa do plano Minas Consciente, a macrorregião do Triângulo do Sul foi classificada para voltar para a Onda Vermelha após reunião semanal do Comitê Estadual. A decisão divulgada nesta quarta-feira (7), vale a partir da próxima segunda-feira (12). A microrregião de São Gotardo também irá para a mesma fase ; entenda mais sobre as mudanças abaixo.

Já o Triângulo do Norte que já tinha voltado recentemente para a Onda Vermelha, assim vai permanecer. Somente a macrorregião Noroeste vai continuar na Roxa, por pelo menos mais uma semana. Além das novas classificações, o Estado também anunciou a suspensão imediata do “toque de recolher” entre 20h e 5h, mas definiu novas restrições para o horário.

Toque de recolher’

O Comitê Extraordinário Covid-19 também anunciou o fim imediato da norma que restringe a circulação da população entre 20h e 5h e da medida que proibia reuniões familiares durante a Onda Roxa. Conforme o Estado, a suspensão atende a um acordo feito após questionamento de constitucionalidade por parte do deputado estadual Bruno Engler (PRTB).

Mesmo com o fim da proibição, o governador Romeu Zema (Novo) enfatizou que qualquer tipo de aglomeração ou trânsito desnecessário durante a pandemia não é aconselhado.

“Essas medidas não serão mais obrigatórias, mas é essencial que todos façam a sua parte para conseguirmos reduzir a propagação do vírus. Precisamos que a população mantenha todos os cuidados, use máscara e evite aglomerações para conseguirmos sair disso o mais rápido possível”, disse Zema.

Como medida compensatória para o fim da restrição de circulação de pessoas e da proibição de reuniões familiares, a Onda Roxa passa a proibir a retirada de produtos em balcão em todo o comércio não essencial entre 20h às 5h. Estabelecimentos como bares e restaurantes só poderão funcionar em formato de delivery neste horário. Supermercados e padarias vão ter o funcionamento ampliado até as 22h, para reduzir a circulação de pessoas no pico.

Onda Roxa

A fase mais restritiva foi criada para conter o avanço da contaminação pelo coronavírus e proíbe o funcionamento do comércio não essencial. A Onda Roxa é imposta a todas as cidades que forem classificadas nela, ou seja, mesmo que o município não tenha aderido ao Minas Consciente, ele deve seguir as determinações estaduais enquanto estiver inserido nessa fase.

A saída das pessoas deve se restringir somente para acesso ou trabalho nos serviços autorizados a funcionar. Está proibida a circulação de pessoas com sintomas de gripe, exceto para atendimento médico.

Os comércios e serviços não essenciais podem funcionar com atendimento remoto (on-line ou telefone) em sistema de delivery. A partir de segunda-feira (12) a retirada no balcão está proibida devido a suspensão do “toque de recolher”. O consumo no local permanece proibido.

Veja as medidas impostas pela “Onda Roxa”:

  • Fechamento do comércio não essencial;
  • Suspensão de cirurgias eletivas;
  • Apoio das forças de segurança;
  • Restrição de circulação de pessoas (só poderão sair de casa para atividades essenciais);
  • Proibição de pessoas sem máscara em qualquer espaço;
  • Proibição de circulação de pessoas com sintomas de gripe;
  • Implantação de barreiras sanitárias de vigilância;
  • Fechamento de bares e restaurantes (funcionamento apenas por delivery);
  • Proibição de eventos públicos e privados.

Como funciona a progressão de onda

Segundo o Estado, para definir o avanço de uma macrorregião para um nível mais flexível do Minas Consciente ou a adoção de medidas mais restritivas, o Comitê Extraordinário Covid-19 se baseia em um sistema de pontuação da localidade, elaborado com base nos dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).

São considerados indicadores como taxa de incidência, positividade, ocupação de leitos e grau de risco, a macrorregião atinge uma pontuação de 0 a 32, sendo:

  • Até 12 pontos: onda verde;
  • Entre 13 e 19 pontos: onda amarela;
  • 20 pontos ou mais: onda vermelha;
  • Avaliação excepcional: onda roxa (criada para restabelecer a capacidade assistencial).

Atualmente, todas as macrorregiões mineiras registram mais de 20 pontos. Já a possibilidade de avanço para a Onda Vermelha depende de uma avaliação dos indicadores. Veja abaixo a pontuação das macrorregiões nesta semana:

  • Centro – 29
  • Centro-Sul – 30
  • Jequitinhonha – 23
  • Leste – 30
  • Leste do Sul – 30
  • Nordeste – 27
  • Noroeste – 28
  • Norte – 26
  • Oeste – 28
  • Sudeste – 30
  • Sul – 29
  • Triângulo do Norte – 28
  • Triângulo do Sul – 29
  • Vale do Aço – 30
  • Minas Gerais – 29.

Restrições

Para compensar o fim da restrição de circulação de pessoas e da proibição de reuniões familiares, a norma que prevê medidas mais rígidas durante a onda roxa passa a proibir a retirada em balcão em todo o comércio não essencial, das 20h às 5h. Assim, estabelecimentos como bares e restaurantes só poderão funcionar em formato de delivery neste horário.

Fonte:Minas Mais

Ultimas Noticias

Prefeito Mário Marcus testa positivo para Covid-19

COMUNICADO OFICIALO Executivo Municipal, mantendo o compromisso de transparência e respeito com a população e com os servidores...

Amalpa vem auxiliando prefeitos com projetos e prestação de serviços

A AMALPA – Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Paraopeba através do seu Presidente Cláudio Antônio Souza e do Secretário Executivo...

Tatuador é preso por assédio sexual

Conselheiro Lafaiete/MG, 15/06/2021, 11:30 horas, militares compareceram ao bairro Carijós, onde a solicitante relatou que nesta data foi até um estúdio com...

Policia Militar realiza cerco e apreende duas armas de fogo em Carandaí

DURANTE A REALIZAÇÃO DE OPERAÇÃO BATIDA POLICIAL MILITARES DA 302ª CIA TÁTICO MÓVEL RECEBERAM UMA DENÚNCIA ANÔNIMA, ORIUNDA DA CIDADE DO RIO...