19.8 C
Conselheiro Lafaiete
quarta-feira, 16 junho 2021

Lafaiete em estado de alerta,devido número elevado de óbitos e infectados pelo Covid-19

Lafaiete registra aumento de casos confirmados e óbitos por Covid-19
Conselheiro Lafaiete contabilizou crescimento significativo na média de ocorrência de casos e de óbitos por Covid-19 nos últimos dois meses segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, em comparação aos meses anteriores desde o início da pandemia.
O município já registrou até o momento 5.453 casos de Covid-19, 62 óbitos confirmados e dois estão em investigação de acordo com o Boletim Epidemiológico do dia 28/02.
Desde a confirmação do primário caso em 05 de março de 2020 até o dia 31 de dezembro do mesmo ano foram registrados 2.803 casos e apenas nos meses de janeiro e fevereiro foram registrados 2.650 casos, um aumento significativo no número de infectados até o momento.
A ocorrência do número de óbitos também sofreu aumento nos dois últimos meses chegando à soma de 62 até a presente data, sendo que em 2020, de março a dezembro, ocorreram 27 óbitos e somente nos meses de janeiro e fevereiro este número já foi superado chegando a 35 mortes, tendo como causa principal complicações por Covid-19.
Dos casos confirmados 46% ocorreram em pessoas do sexo feminino e 54% do sexo masculino, já nos casos de ocorrência de óbito o percentual está igual entre os gêneros, 50% feminino e 50% masculino.
Pessoas de todas as idades já foram contaminadas, demonstrando que não há faixa etária prioritária para a contaminação. Dados compilados até dia 28/02 mostram o seguinte quadro: crianças em idade 0 a 9 anos já somam 96 casos, de 10 a 19 foram 201 infectados. Nos adultos a ocorrência maior está na população jovem e adultos economicamente ativos, sendo 4.508 casos em pessoas da faixa etária de 20 a 59 anos. Entre os idosos a taxa é menor, mas muito significativa levando em consideração serem as pessoas que mais tem cumprido o isolamento social. Até o momento ocorreram 631 casos em pessoas de 60 a 89 anos e 17 em idosos acima dos 90 anos.
Com isso a taxa de internação e, consequentemente, a ocupação dos leitos também teve uma evolução, até dia 28/02, estava em 59,26% de ocupação nos leitos de UTI e 32,43% em clínicos.
Segundo a Secretaria Municipal de Saúde as evidências disponíveis atualmente apontam que o vírus causador da COVID-19 pode se espalhar por meio do contato direto, indireto (através de superfícies ou objetos contaminados) ou próximo (na faixa de um metro) com pessoas infectadas através de secreções como saliva e secreções respiratórias ou de suas gotículas respiratórias, que são expelidas quando uma pessoa tosse, espirra, fala ou canta, por isso o risco das aglomerações.
De acordo com a Secretária de Saúde Rita de Kássia, o setor de saúde acredita que houve um relaxamento das pessoas às regras dos protocolos sanitários. Foram promovidas aglomerações por conta das festividades do final de ano (Natal e Ano Novo), carnaval, viagens e o aumento identificado nos números de casos confirmados, dos óbitos e o aumento da taxa de internação nos dois primeiros meses do ano demonstram isso. “Solicitamos às pessoas que sigam as orientações sanitárias para que possamos evitar um aumento ainda maior do número de casos e um colapso na rede de assistência hospitalar”, ressaltou.
Para o Prefeito Mário Marcus o momento inspira muita cautela e atenção aos protocolos por parte da população. “Diante deste quadro que se agravou nas últimas semanas o município entra novamente em alerta máximo e todas as orientações do setor de saúde definidas pelos protocolos sanitários devem ser seguidos rigorosamente. A população precisa compreender que a administração municipal, juntamente com o Comitê de Enfrentamento, a Macrorregião de saúde e órgãos competentes vem implantando ações que visam a minimização dos danos da pandemia e buscam proteger a saúde e a vida da população, no entanto, é extremamente necessário que todas as pessoas se engajem nesta luta e contribuam ficando atentos às orientações, principalmente para não promoverem aglomerações e seguirem as normas de prevenção, como o uso de máscaras em qualquer lugar público. Somente com a participação de todos vamos vencer esta pandemia”, concluiu.Secom

Nota da redação: Realmente números elevados de infectados e óbitos tem aumentado consideravelmente, pior que foi autorizado abrir e funcionar tudo, sem critério vimos bares super lotados, festas em sítios, filas absurdas na caixa e bancos, sem nenhuma atitude mais efetiva do público.Estamos assistindo nas redes de televisão ,várias cidades no Brasil, decretando Toque de recolher a população e aqui estamos vendo absurdo de filas na caixa e bancos e bares superlotados.

Fila caixa hoje 01/03/20210
Fila da caixa 01/3/2021
Dias atrás..

Ultimas Noticias

Amalpa vem auxiliando prefeitos com projetos e prestação de serviços

A AMALPA – Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Paraopeba através do seu Presidente Cláudio Antônio Souza e do Secretário Executivo...

Tatuador é preso por assédio sexual

Conselheiro Lafaiete/MG, 15/06/2021, 11:30 horas, militares compareceram ao bairro Carijós, onde a solicitante relatou que nesta data foi até um estúdio com...

Policia Militar realiza cerco e apreende duas armas de fogo em Carandaí

DURANTE A REALIZAÇÃO DE OPERAÇÃO BATIDA POLICIAL MILITARES DA 302ª CIA TÁTICO MÓVEL RECEBERAM UMA DENÚNCIA ANÔNIMA, ORIUNDA DA CIDADE DO RIO...

Projeto de Glaycon Franco de doação do prédio da Escola Municipal Professora Nilce Moreira para o município de Lafaiete é aprovado.

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais deu parecer favorável para o Projeto...