9.4 C
Conselheiro Lafaiete
quinta-feira, 23 setembro 2021

Moradores de rua ocupam portarias do Clube Sta Cecília e Senac

Moradores de rua estão morando embaixo da marquise do prédio do Clube Santa Cecília em Conselheiro Lafaiete, que fica na rua Tavares de Melo, no Centro da cidade. “Já fizemos diversas abordagens junto aos mesmos, mas eles relutam em deixar o local”, inclusive quiseram enfrentar até Militares, informou o diretor presidente do Clube Sr.Reinaldo.

Ao todo são duas pessoas, as vezes reúnem mais(entre mulheres e homens). Levamos ao conhecimento do Centro de apoio Pop e a Secretaria de Assistência Social e ao prefeito e ao Comando da Polícia Militar.

A Maioria dos moradores de rua em Conselheiro Lafaiete tem familiares e residências na cidade, mas eles não concordam em sair das ruas. Segundo a direção do clube, foram enviados diversos ofícios a diversas autoridades, estarão comunicando o caso ao Ministério Público.

Por várias vezes a Secretaria de Assistência Social informou que foi oferecido tratamento em clinicas, para moradores de rua que estão na cidade, mas eles não aceitaram. Muito das vezes alguns tem perfil agressivo e faz ameaças aos servidores da secretária. A iniciativa para a saída deles é da Assistência Social da prefeitura. “Moradores da região estão preocupados e pedem ajuda as autoridades Municípais e Judiciárias, pois a maioria deles ficam ingerindo bebida alcoólica e drogas durante a noite, é muita sujeira e mal cheiro, informou um morador da região que não quis se identificar.

Conforme nossa reportagem apurou, o mesmo problema vem acontecendo na mesma rua do clube Santa Cecília, porém no prédio do Senac com uma montanha de cobertores, caixas papelão,etc.

No Brasil, quase 222 mil pessoas vivem em situação de rua, segundo dados divulgados pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) em março deste ano. Do total, 11% estão na cidade de São Paulo, onde o Censo de 2019, realizado pela Secretaria da Assistência Social, da prefeitura, apontou que 24.300 pessoas vivem nessa situação. Desses, 52% estão nas ruas, os demais em abrigo.

Ultimas Noticias