16.8 C
Conselheiro Lafaiete
sexta-feira, 11 junho 2021

“PM foi acionada após médica agredir funcionária do hospital de campanha”

ACIONADOS PELO COPOM, A PM COMPARECEU AO HOSPITAL DE CAMPANHA SÃO CAMILO E FOI RECEBIDOS PELA SOLICITANTE. SEGUNDO ELA, ESTAVA NA FARMÁCIA QUANDO ALGUMA ENFERMEIRA PEDIU-LHE UMA MEDICAÇÃO, CUJO DOCUMENTO DE SAÍDA(FICHA DE SOLICITAÇÃO DE ANTIMICROBIANOS) – PRAXE – NÃO ESTAVA EM SUA SEÇÃO.

COMO ELA NÃO LIBEROU, DEVIDO À FALTA DO REFERIDO DOCUMENTO, A MÉDICA FOI ATÉ A FARMÁCIA E, PESSOALMENTE, PEDIU A SOLICITANTE QUE LIBERASSE A MEDICAÇÃO. A SOLICITANTE PEDIU A MÉDICA QUE FIZESSE OUTRO DOCUMENTO, QUE SERIA O JEITO MAIS RÁPIDO PARA LIBERAR. A MÉDICA SE NEGOU FAZER OUTRA FICHA E DISSE “EU GASTO UM MINUTO PARA FAZER ESSA, MAS EU ACHO ABSURDO TER QUE FAZER NOVAMENTE, SENDO QUE EU JÁ FIZ À TARDE”.

A PARTIR DESSE MOMENTO A SOLICITANTE DISSE A MÉDICA QUE COMEÇARIA A GRAVAR A CONVERSA DELAS. A MÉDICA ENTÃO,ENFURECIDA, INVADIU A SALA DA FARMÁCIA E TOMOU O CELULAR DA MÃO DA SOLICITANTE E JOGOU-O NO CHÃO DANIFICANDO-O.NESTE MOMENTO, UMA ENFERMEIRA ENTROU E SEGUROU A MÉDICA. A MÉDICA REVIROU VÁRIOS ARQUIVOS DA SEÇÃO PROCURANDO A REFERIDA FICHA, ENQUANTO A SOLICITANTE CONTINUAVA A GRAVAR E PEDINDO A ELA QUE SE RETIRASSE DA SALA. QUANDO A SOLICITANTE PEGOU O TELEFONE FIXO PARA LIGAR 190, A MEDICA DESVENCILHOU-SE DAS ENFERMEIRAS E AVANÇOU CONTRA ELA, PUXOU-LHE PELOS CABELOS E TENTOU, NOVAMENTE, TOMAR O CELULAR QUE GRAVAVA.

ESSA TENTATIVA SE DEU COM TAL FORÇA QUE CAUSARAM PEQUENAS LESÕES NO BRAÇO E MÃO DIREITAS DA SOLICITANTE (DISSE TER IMAGENS ARMAZENADAS). SEGUNDO A MÉDICA, ESTAVA SOB SUA RESPONSABILIDADE UMA PACIENTE EM ESTADO GRAVE (52 ANOS DE IDADE) DESDE AS 12HORAS E QUE NECESSITAVA DE UMA MEDICAÇÃO, QUE DEVERIA SER ADMINISTRADA ÀS 18 HORAS. ENTRETANTO, CERCA DE TRINTA MINUTOS APÓS ESTE HORÁRIO A MEDICAÇÃO NÃO HAVIA SIDO LIBERADA. A MEDICA DISSE QUE PREENCHEU A FICHA DE SOLICITAÇÃO DE ANTIMICROBIANOS ÀS 18H30MIN, ENTREGOU-A À ENFERMEIRA QUE ENTREGOU NA FARMÁCIA.

POR VOLTA DAS 23 HORAS, A MEDICA FOI INFORMADA QUE O ANTIBIÓTICO NÃO HAVIA SIDO ADMINISTRADO. A MEDICA ENTAO PEDIU UMA ENFERMEIRA IR ATÉ A FARMÁCIA PARA ESCLARECER. LÁ, A SOLICITANTE DISSE QUE A INFORMOU-A QUE ESTA FICHA AINDA NÃO TINHA SIDO FEITA. A MEDICA FOI ATÉ FARMÁCIA, ACOMPANHADA DE UMA ENFERMEIRA, POIS ESTAVA MUITO INDIGNADA. A MEDICA CONVERSOU COM A SOLICITANTE E EXPLICOU A IMPORTÂNCIA DA LIBERAÇÃO DA FOLHA; QUE RELATARIA NO PRONTUÁRIO DA PACIENTE O PORQUÊ DA NÃO LIBERAÇÃO DA MEDICAÇÃO.

a SOLICITANTE POR SUA VEZ, ORIENTOU A MEDICA A PREENCHER OUTRA FOLHA E COMEÇOU A FILMAR A CONVERSA. A MEDICA ENTROU NA SALA PARA PROCURAR A FOLHA REFERIDA, MAS A SOLICITANTE FICOU DIZENDO A ELA QUE NÃO PODERIA ENTRAR ALI.

QUANDO A MEDICA VIU A SOLICITANTE FILMANDO, TOMOU-LHE O CELULAR DA MÃO DELA, JOGOU-O NO CHÃO E CONTINUOU A PROCURAR O DOCUMENTO. A MEDICA RELATOU QUE QUANDO ESTAVA COM O CELULAR DA SOLICITANTE NA MÃO, ELA TENTOU TOMA-LO DE FORMA QUE CAUSOU-LHE PEQUENAS ESCORIAÇÕES NO BRAÇO DIREITO. APÓS ISTO, UMA ENFERMEIRA SEGUROU A MEDICA, PARA NÃO AGRAVAR A SITUAÇÃO. A SOLICITANTE CONTINUAVA A GRAVAR, O QUE, SEGUNDO A MEDICA, ENFURECEU-A, O QUE A FEZ, MAIS UMA VEZ, TENTAR TOMAR O CELULAR DELA.

OS FATOS NARRADOS FAZ PESAR EM DESFAVOR DA AUTORA A PRÁTICA DE CONTRAVENÇÃO PENAL, INCISOS I E III, ART. 42,DECRETO LEI 3.688/1941, QUE É DE COMPETÊNCIA DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL, POR SE TRATAR DE INFRAÇÃO PENAL DE MENOR POTENCIAL OFENSIVO, NOS TERMOS DO ARTIGO 69, DA LEI 9099/1995. FACE AO EXPOSTO, A PRISÃO EM FLAGRANTE NÃO FOI IMPOSTA, HAJA VISTA QUE A AUTORA ASSUMIU O COMPROMISSO DE COMPARECER AO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL DA COMARCA DE CONSELHEIRO LAFAIETE, NO DIA MARCADO, CONFORME TERMO DE CIÊNCIA E COMPROMISSO QUE SEGUE EM ANEXO A OCORRENCIA, JUNTAMENTE COM O TERMO DE MANIFESTAÇÃO DA OFENDIDA. AS ENVOLVIDAS FORAM ORIENTADAS A PROCURAREM ATENDIMENTO MÉDICO PARA QUE CONSTASSE AS LESÕES .

Nota redação:Com todo respeito as envolvidas,nada justifica chegar a este ponto. Sabemos do auto grau de stress que estão passando nossos profissionais da saúde.Que possamos saudar e agradecer a todos os profissionais de saúde neste momento crítico que passamos e relevar esta ocorrência.

Ultimas Noticias

Prefeito Hélio Campos faz agradecimento aqui!

O Prefeito de Ouro Branco, Hélio Márcio Campos, PSDB, 62 anos, encontra-se licenciado de suas funções da Prefeitura e, após a internação,...

Novas regras do Minas consciente libera Salão de Beleza, Bares e Restaurantes

Mudanças valem para academias, clubes e salões de beleza; bares e restaurantes terão autorização especial a partir desta sexta-feira (11/6)

Polícias Civil e Militar prendem foragido da Justiça em Lagoa Dourada

A Polícia Civil de Minas Gerais em conjunto com a Polícia Militar de Minas Gerais prendeu, nesta quinta-feira (10/5), um homem com...

Secretária da saúde de Lafaiete pode vir a vacinar trabalhadores do setor de transportes

A Prefeitura de Conselheiro Lafaiete, para fins de levantamento de demanda para vacinação contra a COVID-19, abre cadastro para trabalhadores do setor...