19.9 C
Conselheiro Lafaiete
domingo, 26 junho 2022

UBS DO ALTO MARANHÃO SE DESTACA NO COMBATE AO TABAGISMO

O dia 29 de agosto é uma data nacional destinada para o combate ao uso de tabaco. Mas, este é um trabalho contínuo das equipes de Estratégia de Saúde da Família da Prefeitura de Congonhas em todas as Unidades Básica de Saúde (UBS) do Município. O destaque é para a UBS do Alto Maranhão, que desenvolve ações com resultados muito expressivos para aquela parcela comunidade congonhense.

Aline Angélica é farmacêutica da equipe multiprofissional da Secretaria Municipal de Saúde e relata os procedimentos na unidade do Alto Maranhão, mas lembra que se trata de uma estratégia utilizada em toda a cidade. De acordo com ela, tudo é parte do Programa Nacional de Controle do Tabagismo.

Por meio do Programa implantado em Congonhas, os usuários, que podem ser encaminhados por profissionais de Saúde ou seguir espontaneamente para as UBS’s, devem ter o desejo de parar de fumar e que sozinhos não encontram sucesso. Eles recebem as primeiras orientações e são acompanhados e incentivados em quatro sessões presenciais semanais.

Após essa etapa, o prazo dos novos encontros é estendido para 15 dias, depois mensal e, posteriormente, há o acompanhamento na rotina do tratamento do paciente pelas equipes de Saúde da Família na atenção básica para prevenir possíveis recaídas. O acompanhamento é programado para 12 meses, sendo que os encontros são intercalados com cada vez maior intervalo de tempo entre eles. Após este período, o paciente pode, espontaneamente, procurar a equipe se sentir necessidade de novo apoio, continuidade ou mesmo retomada do tratamento, caso não tenha ainda conseguido abandonar o hábito, efetivamente.

Segundo a farmacêutica, é necessário entender inicialmente o que leva o paciente ao uso do tabaco (emocional/psicológico ou físico), já que o quadro de dependência da nicotina encontrada no cigarro resulta em tolerância, abstinência e comportamento compulsivo para consumir a droga, estabelecendo-se assim um padrão de auto-administração. O tratamento consiste no apoio aos usuários e também podem ser receitadas medicações, sendo que algumas são disponibilizadas pela Prefeitura, como o adesivo que libera a substância que minimiza os sintomas da abstinência. “O paciente precisa estar disposto a mudar seu comportamento e, daí, nós conseguimos ajudá-lo a superar”, enfatiza Aline.

O tabagismo é considerado uma doença crônica e que vem sendo superada há três semanas por Poliana Oliveira Silva, mãe de três filhos, casada e seu pai também mora com a família. Ela relata que se sentia mal em alguns momentos pelo uso constante de cigarro em casa ou em outros ambientes. Ela disse que já estava com a respiração ruim e que, muitas vezes tentou parar, mas não conseguia sozinha. Poliana falou que algumas vezes chegou a pegar material informativo na UBS Maranhão, que fica disponível o ano todo, mas que gostava muito do cigarro e só depois tomou coragem e agendou a consulta. “Meu filho de dois anos pediu para eu jogar o cigarro fora e isso também me ajudou na decisão de parar com o cigarro, mas foi muito difícil e só consegui com ajuda da equipe do Posto de Saúde”, lembra Poliana.

A UBS do Alto Maranhão recebe todos os dias demandas espontâneas para acolhimento e agendamento das consultas. Porém, todas as unidades do Município podem ser procuradas por quem deseja deixar o vício. A farmacêutica Aline destacou que, inicialmente, fumar parece uma prática social, mas que se torna antissocial com o passar dos anos, além de predispor a pessoa a mais de 50 tipos de câncer.

Precisa de ajuda? Procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima!

Alto Maranhão – 3733-2158
Alvorada – 3731-1746
Basílica – 3731-7960
Campinho – 3732-2257
Centro I – 3732-1376
Centro II – 3731-5750
Cinquentenário – 3731-2371
Dom Oscar I e II – 3732-1946
Ideal – 3731-4365
Jardim Profeta I e II – 3732-1945
Jardim Vila Andreza – 3731-4365
Joaquim Murtinho – 3733-1483
Lamartine – 3731-9310
Lobo Leite – 3733-3160
Pires – 3733-5074
Primavera – 3731-5235
Residencial – 3731-2036
Santa Mônica – 3731-6577
Santa Quitéria – 3733-4041
Vila Cardoso – 3733-6030
Vila São Vicente – 3731-2860
Central de Imunização de Congonhas – 3732-1070 / 3731-6688 (RAMAL 1740)
Coordenação de PSF – 3731- 3651

Foto e texto por Daniel Palazzi – SECOM – Prefeitura de Congonhas

Ultimas Noticias