16.9 C
Conselheiro Lafaiete
terça-feira, 19 outubro 2021

Congonhas preparada para receber e aplicar a Vacina Coronavac

Congonhas deve receber as primeiras doses da Coronavac nesta quarta-feira (20)

Congonhas já está preparada para receber a vacina Coronavac do Instituto Butantan. As primeiras doses devem chegar ao município nesta quarta-feira (20). Hoje, uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde deve buscar 16.275 seringas e agulhas que serão usadas nesta primeira etapa de imunização na Superintendência Regional de Saúde, em Barbacena.

A Prefeitura e a Secretaria Municipal de Saúde vêm se movimentando para se adequar à realidade

da vacinação contra a COVID-19. O município adquiriu duas novas câmaras de refrigeração para o armazenamento de vacinas, além de caixas térmicas e gelo reciclável específico para conservação e transporte de imunizantes. Estes insumos são  essenciais para a campanha de vacinação.

Os profissionais das equipes de saúde da família que atuarão na imunização da população passarão por treinamento nos próximos dias.

Nesta primeira fase, somente os profissionais da linha de frente ao enfrentamento da COVID 19 devem receber a vacina, conforme diretrizes da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Por isso, a Secretaria de Saúde do município orienta as pessoas a aguardarem o momento exato para serem imunizadas e não irem aos postos, neste momento.

“Sabemos da expectativa e da esperança que a população tem com a chegada da vacina, porém precisamos salientar que ela chegará

aos poucos e que serão estratificados os grupos prioritários pelo Ministério da Saúde”, enfatiza Ana Paula da Cruz, Diretora de Atenção Básica em Saúde de Congonhas.

ESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO DOMICILIAR

A Secretaria Municipal de Saúde pretende adotar a estratégia de vacinação domiciliar nesta primeira etapa, através de agendamento prévio que será realizado pelas Equipes de Saúde da Família para não colocar em risco a população que irá receber as primeiras doses.

Congonhas seguirá o plano nacional de imunização, dessa maneira, serão vacinados inicialmente os grupos prioritários, em três fases:

1ª Fase: trabalhadores de saúde que atuam na linha de frente de combate a Covid-19; Indígenas e quilombolas; idosos com 75 anos ou mais; idosos com 60 anos ou mais institucionalizados.

2ª fase: Idosos de 60 a 74 anos.

3ª fase: Pessoas com comorbidades – Diabetes mellitus, hipertensão arterial grave, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer, obesidade grave (IMC≥40).

Enquanto a vacina não chega à grande parcela da população, a orientação dos profissionais de saúde é que as pessoas continuem obedecendo todos os protocolos sanitários para evitar a proliferação da doença.

“A vacina não vai erradicar o vírus rapidamente, então precisamos manter as medidas de prevenção da doença, evitando aglomerações, utilizando a máscara de forma correta, lavando sempre as mãos e usando o álcool em gel. Congonhas passa pelo período de maior índice de casos positivos e óbitos por coronavírus, portanto pedimos à população que evite sair de casa e mantenha o isolamento social”, finalizou Ana Paula Cruz.

Use máscara

Ultimas Noticias